DIRETORIA

Quadro de Diretores

A Diretoria se reúne uma vez por mês. O GMB não pergunta qual é a orientaçãoo sexual das suas membras e das suas funcionárias.
Todas as mulheres são brasileiras e consideram-se outras, brasileiras, pessoa de cor e/ou latinas.

Membro da Diretoria

Adriana Lafaille

Nascida em São Paulo, Brasil, Adriana cresceu em Boston e Nova York. Ela faz parte do GMB há dez anos e entrou para o Conselho em 2010. Formada na Harvard Law School, trabalhou no Supremo Tribunal Judicial e na United States District Court no Distrito de Massachusetts. Atualmente é bolsista da Equal Justice Works na American Civil Liberties Union de Massachusetts, onde se concentra nos direitos dos imigrantes. Adriana mora em Somerville, é casada e tem uma filha de oito anos, 31 anos e classe média.

Membro da Diretoria

Ana Nogueira​

Mora nos EUA há mais de 12 anos. Em 2000, veio para a Universidade de
Maryland com uma bolsa de Pós Doutorado. Durante esse período, ela visitou Framingham, uma grande comunidade brasileira, e foi convidada para ensinar estudantes brasileiros do ensino médio no programa bilingue. Ela retornou ao Brasil, terminou seu Ph.D. e começou a lecionar História na UFRJ. Em 2004, ela voltou aos EUA para lecionar em escolas públicas de Fall River. Atualmente é professora de História nas Escolas Públicas de Somerville. Ela tem três filhos e dois netos. Ana ingressou no Conselho de Administração do BWG em dezembro de 2012. Ela tem 65 anos, mora na Jamaica Plain e tem baixa renda.

Membro da Diretoria

Ana Panori

Vive nos EUA há mais de 18 anos. Natural de Goiânia, Brasil, onde estudou Arquitetura/ Engenharia Civil na PUC-Goiás. Sua formação empreendedora facilitou sua adaptação para conseguir trabalhar e criar suas filhas como uma prioridade em sua vida. Ela teve uma pequena empresa de muito sucesso por 14 anos, dando a ela a habilidade de gerenciar, atuar em múltiplos papéis para expandir seus negócios. A partir de 2014, ela decidiu mudar sua carreira profissional e se juntou à equipe da Prudential Financial em Marlborough, Massachusetts, como consultora financeira. Desde então, ela tem trabalhado em estreita colaboração com várias organizações e líderes de comunidades para fornecer um bem-estar educacional e financeiro necessário para as comunidades minoritárias. Ela se juntou ao Conselho de Administração do BWG em maio de 2018. Ana mora em Spencer, MA, é casada e tem três filhas. Tem 46 anos e é de classe média.

Membro da Diretoria

Fania Resendes

Graduada em Serviço Social, em 2006, na PUC-MG. Fania tem lotado contra o abuso sexual e doméstico na Aliança de Falantes de Português de Massachusetts (MAPS) há quase cinco anos. Em 2015, ela recebeu o prêmio Dr. Joseph H. Brenner por sua excelente defesa em favor dos sobreviventes de violência pelo Community Legal Services and Counseling Center, em Cambridge. Fania é casada, tem 42 anos e é de classe média baixa.

board member

Maria Lourdes Silva​

Natural do estado do Espírito Santo, veio do Rio de Janeiro para os EUA há mais de 28 anos. Ela é um membro ativo da comunidade sempre disposta a ajudar. Ela vouluntariou em várias organizações, como Respond, Jane Doe, MAPS, Best Buddies, e Special Olympics. Ela também foi voluntária durante as eleições. Lourdes mora em Newton, ela tem três filhos e uma neta. Ela é consultora independente da Mary Kay. Voluntária de longa data do BWG, entrou para o Conselho em dezembro de 2012. No ano passado, ela atuou como voluntária do programa AmeriCorps e agora ministra aulas de cidadania aos sábados no BWG. Lourdes mora em Somerville, tem 54 anos, é vítima de VD e baixa renda.

Presidente

Regina Bertholdo

Uma das co-fundadoras do GMB, veio para Boston há mais de 30 anos para estudar inglês. Regina trabalhou como intérprete no Hospital Somerville, coordenou uma Clínica Internacional Feminina no St. Elizabeth Medical Center,
e foi coordenadora do programa da Somerville Family Network. Atualmente, ela é diretora do Centro de Informações aos Pais de Somerville. Regina foi reeleita para o Conselho em 2005 e atua como presidente. Ela mora em Somerville, é uma mãe solteira, 52 anos e classe média baixa.

O Time

Nosso engajado
Time

Heloisa Maria Galvão nasceu em Ilha Grande, Rio de Janeiro, tem dois filhos e vive em Boston desde 1988. Ela é co-fundadora do GMB e diretora executiva. Já recebeu vários prêmios dentre eles a “Ordem do Rio Branco”, dada pelo Presidente da República a brasileiras que moram no exterior e são reconhecidas por seus serviços ao Brasil e aos braileiros imigrantes. Heloisa foi coordenadora de campo para as Escolas Públicas de Boston por 20 anos e ensinou português no Departamento de Línguas Românticas da Universidade de Harvard. Heloisa tem mestrados na área de jornalismo e televisão pela Universidade de Boston. Suas últimas publicações são “A Ditadura como eu lembro: Caminhando e Contando. Memória da ditadura brasileira”, Universidade Federal da Bahia, 2015, e “An Oral History of Brazilian Women Immigrants in the Boston Area”, em Passing Lines, Sexuality and immigration (Editado por Brad Epps, keja Valens e Bill Johnson Gonzalez, Harvard University, The David Rockefeller Center for Latin American Studies, 2005.

Lidia Ferreira é natural do Rio de Janeiro. Ela se formou em Marketing e Publicidade na ETEC. Ela está estudando para obter seu diploma de Bacharel em Psicologia pela Liberty University e está escrevendo um livro sobre violência doméstica. Lidia é casada e mãe de três filhos. Ela trabalha no Grupo desde janeiro de 2014 como organizadora de direitos trabalhistas do GMB. Ela trabalha junto à organizadora das trabalhadoras domésticas Lydia Simas para organizar um conselho de trabalhadores e representa o GMB no IWCC e na campanha de salários justos. Lidia mora em Watertown.

Matias Reus é de Jaguaruna, Santa Catarina. Veio para os Estados Unidos com sua mãe em 2009. Ele tinha 9 anos de idade. Matias trabalhou no Welcome Project enquanto frequentava a Somerville High. Após a formatura, ele trabalhou no Pair Project e começou no GMB em julho de 2018. Ele agora está se candidatando para a faculdade. Matias é um organizador; ele coordena clínicas de imigração e sessões de assistência legal e faz agendamentos.

Sara da Silva nasceu em Criciúma, Santa Catarina, e cresceu em Cambridge, Massachusetts. Ela faz parte do Grupo Mulher Brasileira, onde trabalha há nove anos como criadora e editora do site do Grupo. Ela é formada em Ciência da Computação pela UMass Amherst e atualmente mora em Seattle.

Tais de Oliveira is from Colatina, Espírito Santo. She holds a degree in Languages for Portuguese and English along with a post-graduate degree in Applied Linguistics for English Teaching Specialization from FCB – Faculdade Castelo Branco. She worked as an ESL Teacher and English Professor for four years in her home state before moving to the U.S. in December 2014. She has been involved with the Brazilian Women’s Group since 2015 and is currently the Brazilian Independence Day Festival Coordinator. She is an active member of the LGBTQ+ community and lives in Watertown with her wife.

Você pode fazer a diferença hoje!

PARTICIPE. SUA CONTRIBUIÇÃO PODE TRANSFORMAR A VIDA DE MULHERES.